Acompanhar os processos

Dá para acompanhar os processos diretamente no site do TJRS (www.tjrs.jus.br). É só clicar em acompanhamento processual e colocar os números (um é o pedido do MP e o outro da Polícia):

001/2.11.0017784-0
001/2.11.0017785-8

No momento, ao que parece, os dois estão conclusos com o juiz, aguardando a decisão sobre o pedido de prisão preventiva.

 

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

23 respostas para Acompanhar os processos

  1. Henrique Donatto disse:

    Fiquei feliz em ver isso: Tentativa de Homicídio Qualificado

  2. Antonio disse:

    Com o acontecimento de tudo isso, dá para perceber como, ainda, as bicicletadas/massas críticas não tem visibilidade adequada. Conheço o movimento há anos, mesmo não participando. Desde anos atrás quando li o livro Apocalipse Motorizado e saiu um documentário brasileiro chamado “A sociedade do automóvel”. Percebe-se, nisso, que a grande população continua alienada do que acontece no seu bairro. E como, no Brasil, mudanças grandes vão levar décadas…

  3. Juliana Weber disse:

    ????????????????????????????????????????????????????????? não sei como ainda me surpreendo.

  4. Gentileza em duas rodas, gentileza em quatro rodas

    Dia destes, precisamente 25 de fevereiro, houve um acidente destes que tira a gente do ar, que nos rasga o peito só de ver as imagens.

    Uma marcha de ciclistas, na frente. Um motorista, atrás. Ou um “monstrorista”, como foi dito.
    Covardemente, atira seu carro para cima dos ciclistas. Eles tem suas bicicletas retorcidas, seus corpos arremessados à longa distância, corpos caídos, mas com vida, por sorte.

    Cenas realmente impressionantes.

    Uma vez, neste blog, fiz uma pesquisa para saber o que as pessoas consideravam gentileza. Me surpreendi porque ser gentil não era mais pagar a conta no restaurante, simplesmente. Era ajudar alguém atravessar a rua, sorrir para um desconhecido sem interesse algum, dar seu lugar na fila, deixar o motorista da faixa ao lado passar em sua frente sem problema algum, respeitar o pedestre, o ciclista, o cadeirante. Muitas possibilidades de se ser gentil com o próximo.

    Num outro momento da vida, uma professora de ensino fundamental me procurou. Me contou que estava desenvolvendo uma atividade com seus alunos e que tratava da educação no trânsito e a relação com a gentileza. Me enchi de alegria porque a palavra, a ação da gentileza, ambas tem que ser levadas à diante e muito seriamente. Prontamente lhe ofereci meus adesivos para que distribuísse para seus alunos.

    Acontecem movimentos paralelos e isso é sensacional. Noutro dia, recebi de uma amiga um email que falava sobre uma ação entre a Brastemp e 11 emissoras de rádios de São Paulo. No mesmo dia e na mesma hora divulgaram uma certa propaganda. Peço que vejam o link porque é incrível. Envolve o trânsito e o indivíduo. Não sei quando foi feita.

    Daí, pensando nisso e ainda chocada com o acidente e com tantos amigos e alunos da universidade em que trabalho, machucados e abalados emocionalmente, recebi o convite, se é que posso chamá-lo assim, para uma marcha “a pé por justiça, humanidade e respeito”, como disse Sérgio no blog da Massa Crítica.

    Mais que prontamente, pensei nos adesivos, na faixa e nas camisetas do “Gentileza Gera Gentileza”. Acredito realmente nesta ação. Por isso estarei lá lutando por uma causa que clama por respeito sim, por humanidade sim, mas muito por liberdade.

    Hoje, 01 de março, às 18:30 hs, no Largo Zumbi dos Palmares, em Porto Alegre.

  5. Jean Malàvolta disse:

    Senhor Carlos Calhorda,

    Se o senhor tem tempo pra escrever tamanha estupidez, estou certo de que desocupado é o senhor. Seu comentário sobre o trânsito não-motorizado na Índia é tão lúcido quanto o senhor, e igualmente (im)pertinente.
    Não se esqueça de que seja lá qual trator o senhor escolha, sempre haverá um caminhão de carga maior logo atrás do senhor. Divirta-se com ele acelerando por cima do senhor enquanto repete o mesmo que o senhor. Quer andar de Trator? Vai pra fazenda feliz, criança.

    Vida longa à Massa Crítica.
    Viva a solidariedade.
    Vida todas as formas de educação e civilidade.

    Viva à seriedade às causas dignas.
    Agora tchau pra vocês, uma boa noite à todos que eu vou lá pro Largo da Epatur vibrar com a Massa por um mundo mais humano.

  6. Ali Rios disse:

    Tentativa de Homicídio duplamente Qualificado, sem motivo e sem possibilidade de defesa das vitimas.

    • Justiceiro disse:

      Ainda é cedo para contarmos vitória. Esse serial killer pelo jeito tem grana e influência para se safar.
      Ahh para “vocês” (familiares, amigos e influentes), que eu sei que vão dar uma bisbilhotada nos posts: “Desta vez nem Deus perdoará, portanto aqui na Terra tbm não será! A cadeia será um bom lugar para ele mostrar suas atitudes violentas, junto a pessoas do mesmo nível. Saibam que 99,999% dos que viram os vídeos o declararam CULPADO, portanto mesmo que se safe jamais terá paz! jamais!”. Que seja feita justiça aqui e no além!

  7. Alexander Pereira Girald disse:

    Meu camarada, apesar de ainda defender o direito à livre expressão, acho que a tua molecagem já está passando dos limites.

    São pessoas com o teu tipo de comportamento que fazem este mundo ser a porcaria que é.

    O outro idiota ATROPELOU PESSOAS. NINGUÉM tem esse ‘direito’. É CRIME CONTRA A VIDA!
    Imagino qual seria o teu discurso caso algum familiar teu estivesse passeando pela calçada ou mesmo sentado dentro de algum estabelecimento ali do bairro e fosse atingido por um pedaço de uma das bicicletas que foram arremessadas pelo outro imbecil.

    Tira um pouquinho a mão do teclado e põe na consciencia, por favor!

  8. Pessoal,

    A manifestação de apoio da Bicicletada de Brasília vai rolar na quinta-feira (3).
    Mais informações em:
    http://www.bicicletadadf.blogspot.com
    Abraços!!!

  9. João Stein disse:

    Amigos,

    Os motoristas deveriam ter um pouco só de educação no trânsito, pois ninguém é o “Dono da Rua”. Estamos nos aproximando de uma copa do mundo no brasil, e no entanto os motoristas de um modo geral, costumam praticar a “Direção Agressiva”.

    Não se trata de um caso isolado este, mas que tornou-se público, foi possivel pelas imagens, mostrar um PSICOPATA usando do carro para “DELIBERADAMENTE TENTAR MATAR OS CICLISTAS”.
    Apenas a prisão é pouco para este psicopata, deveria além de ser preso, também:
    – Indenizar por danos morais e materiais a todas as vítimas.
    – Ter cassado o direito de dirigir por um ano no mínimo.

    Abraço a todos,
    stein_joao@hotmail.com

  10. Silvia disse:

    Pessoal, saibam que estou com vocês. Meu humilde apoio:

    http://facaasuaparte.info/2011/03/massa-critica-poa-nao-foi-acidente/

    Por um mundo mais humano.

  11. Rafael disse:

    Vocês viram? O advogado do diabo (literalmente) conseguiu internar ele numa clinica psiquiatrica, e vai ficar lá por um “prazo indeterminado”. O cara quase mata dezenas e do nada alega o que, “insanidade”? Só porque trabalha no banco central se acha impune. O sem vergonha tá fugindo das responsabilidades atras das grades!!

  12. Serginho disse:

    001/2.11.0017784-0

    PEDIDO INDEFERIDO

  13. Cleber Castilhos disse:

    Car@s amig@s: hoje saímos às ruas, num número aproximado de 3000 pessoas para mostrar à população que optamos por um estilo de vida mais harmônico, mais integrado com a natureza e o tempo das coisas. Quem anda de bicicleta, também vê o sol ao entardecer, vê o crescimento das árvores, enfim, cenas que todos deveríamos ver também, mas que dentro de um carro, de um ônibus, de uma lotação, na correria do dia a dia, muitas vezes se nos escapam. Sabíamos hoje que o sociopata atropelador iria se internar. Num gesto natural de animal acoado; tendo subestimado a vida daqueles ciclistas à sua frente, possivelmente há muito tempo tenha se esquecido de olhar as coisas belas que esse mundo nos apresenta diariamente. E por não ter regado o jardim, se encantado com as estrelas, tentou espancar sua ex-mulher num passado recente, além de já ter no seu histórico ocorrências desagradáveis no trânsito, que por si só já seriam motivo de cancelamento de sua habilitação. Preocupa-me o filho de 15 anos que estava ao seu lado – sabemos que pais agressores violentam e espancam seus filhos. Covardemente colocou o adolescente como escudo, para tentar diminuir o enquadramento legal de sua contravenção. Aqui não posso deixar de denunciar também a nefasta participação do grupo RBS, que no afã de homogeneizar os comportamentos civis do estado do Rio Grande do Sul, expôs esse jovem de 15 anos aos holofotes midiáticos, sem preocupar-se com futuros danos desse ato ao garoto. Mas o que importa é audiência não é? Sobre a RBS poderia enumerar várias manipulações que foram levianamente veiculadas desde as 21h de sexta-feira. Quando os “Iluminattis” sirotskinianos descobriram que os ciclistas atropelados pertenciam a um tal de movimento chamado Massa Crítica – tocaram os alarmes.” – Imaginem, Massa Críitica – perigoso, comunistas, anarquistas, ainda por cima nas ruas, que absurdo! E desde aí trataram de jogar à opinião pública seu fel, sobre o velhaco manto da imparcialidade. Outro agente não menos macabro foi a Brigada Militar, que chegou ao local com seus 12mm e metralhadora. (Para quem não está acostumado, lamento informar que agora esse é o procedimento padrão desta instituição. Em Cachoeirinha, dezembro passado, um policial militar muito irônico apontava o armamento para os funcionários que protestavam contra os vereadores ladrões daquela Câmara Municipal. Nessa hora nenhuma mídia reporta esses eventos.) E um terceiro patético agente desse dia 25, foi a EPTC, que antes mesmo da chegada das ambulâncias, com os 20 ciclistas ainda no chão atropelados, aos gritos dizia : – “vamos liberar o fluxo, desobstruam a pista”. Sensibilidade, para quê? Cumprimos ordens! Triste quadro: o possível assassino, e suas três bestas. Mas não estou sentado nessa mesa hoje para ficar nessa cena apocalíptica de uma cidade sem educação. Esse ano talvez seja o ano dos jovens na cidade, com seu talento criativo, sua garra na defesa da vida. Em janeiro, @s garot@s do @TriCaroPoa encabeçaram um movimento em prol da mobilidade urbana. Os estudantes na frente de um movimento que deveria ter a participação de toda a sociedade. Não vi a participação dos profissionais liberais, será que sabem o valor da tarifa de ônibus? Se não sabem, ao menos se preocupam com aqueles que não podem exercer o direito constitucional de ir e vir, pois não tem dinheiro para pagar a passagem? E agora, os jovens do @massacriticaPOA, que aos meus ouvidos hoje, me libertaram do ranço gasto pelos partidos políticos, de velhas palavras de ordem. Tivemos inúmeros governos, de esquerda à direita e nenhum foi capaz de interagir na questão da mobilidade urbana de Porto Alegre. As ciclovias ficaram engavetadas, não houve sustentabilidade das políticas de educação no trânsito. Esses jovens tinham tudo para gritar: “-Fora Prefeito! Mas não eram essas as palavras. Ouvimos: -“Mais amor, menos motor”! Mais amor…. Escutar isso foi como um banho de cachoeira. Quatro dias atrás esses mesmos jovens eram jogados ao ar como num lance de boliche. E hoje simplesmente pediam mais amor! Recentemente acompanhei o artigo do Michael Moore aos jovens estadunidenses, onde reproduzo um trecho: “O poder está tremendo de medo, os adultos maduros e velhos tão convencidos que fizeram um baita trabalho ao calar vocês, distraí-los com quantidades enormes de bobagens até que vocês se sentissem impotentes, mais uma engrenagem da máquina, mais um tijolo do muro. Alimentaram vocês com quantidades absurdas de propaganda sobre “como o sistema funciona” e mais tantas mentiras sobre o que aconteceu na história, que estou admirado de vocês terem derrotado tamanha quantidade de lixo e estejam afinal vendo as coisas como as coisas são.” Pois é isto que está acontecendo aqui em Porto Alegre e talvez pelo mundo todo. Precisamos dar as mãos a esses novos atores sociais, que querem prazer, felicidade, evoluir. Cheguei feliz em casa, hoje posso até sentar no sofá, que saberei que não fiquei com a boca escancarada esperando a morte chegar. Não vou revisar esse texto, pois preciso demais dessa liberdade, de deixar mais espaços para o novo, e se acaso te tocaram essas palavras te convido para compartilhar desses espaços comigo!

    • Marcio Bossard Kister disse:

      Grande desabafo Cleber, eu diria o mesmo, talvez em outras palavras, mas traduziste em grande parte meus pensamentos.

  14. Salim CWB disse:

    Contem com minha presença na bicicletada de março!
    Uma galera aqui de Curitiba estará participando aí com vcs.

  15. Fabrício disse:

    “Segundo o grupo, neste momento o mais importante é educar os condutores em relação ao trânsito seguro para ciclistas e NÃO incentivar o uso da bicicleta.”
    ta no http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3226115.xml , é claro.

    Alguém me explica melhor isso?

    • Valdir disse:

      Poooooois é. E, olha, na minha opinião, pode educar quanto quiser, não adianta nada. Enquanto não tiver fiscalização efetiva, multando, guinchando, recolhendo carteira e prendendo, não vai resolver. Pior: o interlocutor é o Busatto. O que se vai esperar desse cara???

  16. Alex Brum disse:

    Prezados camaradas ciclistas. Deicxo aqui minha solidariedade antes de mais nada pelo acontecido sexta passada.

    E no ensejo desejo chamara a atenção de porventura quem leia este comentário que ao procurar informações na internetsobre o advogado do atropelador Ricardo José Neis, que se chama Luís Fernando Coimbra Albino, me deparei com seu nome constando como diretor Administrativo Financeiro da CARRIS!!!!!!!

    Vide link: http://www.carris.com.br/default.php?p_secao=60

    Primeiramente, ao que me conste, isso é incompatibilidade de atividades uma vez que um fncionário público, mesmo CC, não pode exercer outra função pelo simples fato de que ele não deveria ter tempo para fazer mais nada pois está cuidando do bem público em TEMPO INTEGRAL.

    Em segundo, acho um descaramento o diretor de um órgão público, ser o advogado de um homicida em potencial, que apenas viu uma oportunidade para descarregar toda a sua raiva sobre um grupo de pessoas sem nenhuma defesa, sob o pretesto da “legítima defesa’, frente a um temido linchamento.

    Se realmente, o Diretor da CARRIS é o advogado de Ricardo e defende esta tese, os representantes da Massa Crítica devem IMEDIATAMENTE iniciar uma pressão para exonerar este advogado da Prefeitura, se ele coaduna com tal tese

    E o prefeito e secretário do Governo, Cézar Busatto, se forem receber novamente uma comissão de ciclistas, como aconteceu ontem dia 01/03, devem ser COBRADOS.

    Isto precisa ser denunciado!

    Se estivesse em POA me juntaria a todos aqueles que defendem e lutam pelo direito da bicicleta de pertencer ao trênsito e não ser isolada dele.

    Era isso.

    A luta apenas começou.

  17. edson cubeiro disse:

    FAREMOS UMA MANIFESTAÇÃO CONTRA A VIOLÊNCIA DO TRÂNSITO DIA 13/03 (DOMINGO)NA PRAIA DE COMPACABANA, RIO DE JANEIRO, GOSTARÍAMOS DE CONTAR COM A PARTICIPAÇÃO DE VOCES. POR FAVOR ENTRE EM CONTATO.
    UM ABRAÇO
    EDSON CUBEIRO – PAI ORFÃO DE FILHA ÚNICA A JOVEM MICHELLE CHAFFIN CUBEIRO VÍTIMA FATAL DE ATROPELAMENTO
    transitomaishumano.blogspot.com

  18. Pedro disse:

    PAREM DE AGIR COM HIPOCRISIA E MANTENHAM OS POSTS COLOCADOS NO SITE MESMO QUE ESTES SEJAM CONTRÁRIOS À SUA VISÃO DE MUNDO.
    VOCÊS PREGAM A LIBERDADE (SEJA DE IR E VIR PODENDO ANDAR DE BICICLETA OU DE EXPRESSÃO) MAS APAGAM OS POSTS AQUI COLOCADOS QUANDO OS MESMOS NÃO SÃO DE SEU AGRADO.

    MANTENHAM OS POSTS QUE SÃO CONTRÁRIOS A SUA OPINIÃO E DEMONSTREM A REAL LIBERDADE DE EXPRESSÃO ABRINDO CAMINHO PARA UMA DISCUSSÃO LIVRE COM TODOS PONTOS DE VISTA SENDO ABORDADOS, NÃO APENAS O DE VOCÊS.

Os comentários estão encerrados.