Mais uma reportagem: RBS notícias

Mais uma vez, aparece a versão de que o motorista pode ter usado o carro como uma arma OU pode ter fugido de um “ataque” dos ciclistas. E faz diferença?

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

13 respostas para Mais uma reportagem: RBS notícias

  1. JULIANO DURANTE MONTANHA disse:

    EVIDENTEMENTE que faz diferença..
    uma massa de ciclistas de costas para um carro é uma ameaça em potencial.. tsk todo mundo conhece o cara.. ele agiu em legítima defesa!
    com sorte ele paga meia dúzia de cestas básica…
    Fica o meu repúdio ao que chamamos de justiça!

  2. João Picanço disse:

    Tentativa de homicídio aos Ciclistas da Bicicletada de Porto Alegre.
    Foi um absurdo, um crime!
    Isso mostra o risco e a vulnerabilidade dos ciclistas no transito!
    E revela ainda mais a importância do movimento da Bicicletada!
    Menos Motor, Mais Amor!

    Podemos pensar formas de mostrar a Solidariedade dos ciclistas de Niterói e da Bicicletada aos colegas de Porto Alegre.
    Inclusive na próxima bicicletada!

    Abraços,
    João Picanço

    “COMPAIXÃO é o Desejo de Libertar o Próximo do Sofrimento.” Dalai Lama

  3. Cyro disse:

    MAS É OBVIO QUE ESSE SER USOU O CARRO COMO UMA ARMA PRA MATAR, NÃO TEM MAIS O QUE SABER, TEM É QUE PRENDER ESSE MONSTRO!

  4. Guilherme disse:

    Carta aberta de repúdio ao Delegado Gilberto Almeida Montenegro e à Polícia Civil do RS
    Em primeiro lugar Sr Gilberto, nós os ciclistas não cometemos erro nenhum, estávamos utilizando as vias públicas como meios de transporte, que inclusive deveriam ser incentivados para que não ocorram congestionamentos.
    O erro muito menos foi um ”erro grave”, pois não se precisa pedir autorização para nenhuma entidade para pedalar em conjunto, repito vias “públicas”. E além disso a EPTC sabia sim.
    Outro equivoco do Sr, ninguém impediu o direito de ir e vir de ninguém, estávamos andando nas vias como meios de transporte legítimos, bicicletas, conhece?
    Não era uma manifestação e sim um deslocamento para uma festividade, com muitas pessoas utilizando o mesmo meio de transporte, o carro? Não, a bicicleta, pois se todos fossem de carro ficariamos congestionados.
    Inclusive os automóveis frequentemente são os que obstruem a minha passagem de bicicleta pelas vias, normalmente ando mais rápido que um carro para ir da perimetral até a Olavo Bilac, pela José do Patrocinio.
    E me responda uma coisa somente, porque nos dias de futebol várias ruas são legalmente fechadas, o fluxo de carros é impedido para que torcedores, apenas torcedores, passem? Estas manifestações são mais “legítimas” pra polícia? Elas podem impedir o direito de ir e vir?
    Com 20, eu disse 20 bicicletas destruídas, além das dezenas de feridos e um carro bastante avariado, como o Sr acha que “ainda não é possível afirmar que o motorista teve intenção de matar”. As testemunhas, e são várias, e o Sr já deve ter ouvido, disseram que o carro acelerou deliberadamente e não parou mesmo com pessoas sobre o capô e bicicletas amontoadas embaixo do carro, e não foi com intenção de matar? Por favor, só posso interpretar esta declaração como tendenciosa, defendendo o criminoso. Ainda por cima está esperando ouvir o motorista pra “ele” dizer se teve intenção? Ora, isso, me desculpe não é polícia investigativa Sr delegado Gilberto Almeida Montenegro, vocês conhecem o motorista? Estão acobertando alguma coisa?
    Se o proprietário não deu queixa nenhuma, não foi pra casa, não atende o telefone e abandonou o carro depois da tentativa de assassinato, arrancando as placas. Quem poderia estar dirigindo?
    Espero que tenham tirado as digitais na placa ao menos. Pois com tudo isso que eu argumentei qualquer pessoa de mínima inteligência ligaria os fatos dizendo quem é o culpado. E espero que a Polícia Civil tenha essa mínima inteligência necessária.
    Sr Gilberto, espero que peça desculpas publicamente por suas declarações, pois o Sr criminalizou um movimento de ciclistas em paz, lutando apenas por dignidade e respeito no trânsito. E continuaremos com muito mais bicicletas nas ruas, pois é nosso direito, é o nosso meio de transporte.
    Mais amor menos motor!

  5. Sylvia disse:

    Deus!! Tenho vergonha de ser jornalista quando vejo um despropósito como esta reportagem da RBS. Matéria mal apurada, feita por gente ignorante!! Jornalista mal informado… e parcial!! Pelo amor de DEuS!!

  6. Sylvia disse:

    Faltou dizer.. que me refiro a “um grupo chamado de Massa crítica” e “se ele estava fugindo de ameaça??? “” Isto é atenuante no crime bárbaro que ele cometeu?

  7. Diego Lopes disse:

    Achei que nada pudesse me indignar mais do que a atitude desse motorista do Golf. Mas não. O comportamento da imprensa e das autoridades, que tentam a todo custo culpar as vítimas, é algo quase tão brutal quanto a tentativa de assassinato.

  8. Claúdio disse:

    ““se ele estava fugindo de ameaça??? “” Isto é atenuante no crime bárbaro que ele cometeu?” Para a justiça, é, assim como uma mulher estar em TPM atenua uma condenação.

    E tu só podes chamar a reportagem de parcial pois não entrevistaram o motorista, mas vocês falaram, não? Enfim, ele TEM que ser preso. Parem de birrinha contra a imprensa, apareceram até no JN, mostrando CLARAMENTE o que ele fez.

  9. Amigos, nos solidarizamos con ustedes desde Còrdoba Argentina! UN abrazo y deseos de justicia!!! Un horror las imàgenes que hemos visto, esperamos que los atropellados estèn bien!!!

    A seguir pedaleando que la calle serà nuestra!
    Que vivan las bicis!
    Josè Luis

  10. José disse:

    Oi pessoal,

    Não ando de bicicleta, ma fiquei indignado com o que aconteceu. Acho que na próxima pedalada temos que provocar os motoristas, para mostrar quem manda nas ruas!! Temos que andar em todas as faixas, sem deixar espaços para os carros poluentes!!! Se alguém buzinar, vamos usar nosso poder e dizer: “passa por cima, filho da p…ta!” Quero ver a cara dos burgueses quando mostrarmos nosso poder!!!

    Abraços do Zé

  11. Daniel Serafim disse:

    Trânsito | 28/02/2011 | 03h52min
    “Começaram a bater no carro”, diz filho de motorista que atropelou ciclistas na Capital
    Homem que dirigia Golf vai alegar legítima defesa dele e do adolescente

    http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3223867.xml

  12. Courage aux cyclistes brésiliens !

    Solidarité internationale des cyclistes !

    Caen – France (French)

    Viva la vélorution ! (vélorution = french wordplay : Bike & révolution )

  13. Carlos Viana disse:

    Aí no Brasil ciclista sofre como aqui em Portugal. O lobby do automóvel é poderoso e manda na indústria, justiça, media, política e tudo o que podem imaginar.
    Queira Deus que o petróleo acabe ou que suba para os 500 dolares.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s