Ciclovia na Ipiranga

Saiu na ZH de hoje, eu lí aqui.

Se realmente for feita,  a ciclovia deveria ser feita no local correto, ou seja, no local mais seguro para o ciclista, e que não necessitasse retirada de árvores. Além disso, não deveria ser bidirecional, a qual é comprovadamente mais perigosa que a falta de ciclovia.

Talvez, em Porto Alegre, na Ipiranga, a falta de ciclovia possa ser mais perigosa do que, uma ciclovia bidirecional, realmente não sei, estudos sobre ciclovias bidirecionais são de outros países, onde o comportamento dos motoristas é melhor que aqui.

Depois que estiver pronta a ciclovia servirá como uma proteção para os carros não caírem no dilúvio!!!!!Teremos ciclistas caindo ou sendo arremessados ao dilúvio!!!!(Este parágrafo pode ser encarado como piada…ou não :))

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

29 respostas para Ciclovia na Ipiranga

  1. Raul Sanvicente disse:

    Concordo. O lugar natural da ciclovia é na pista da direita onde as bicicletas já andam. Do contrário, é apenas uma acomodação para as bicicletas não incomodarem.

    • Klaus disse:

      Não é necessariamente verdade Raul.

      Eu adoro a idéia da ciclovia construída na orla do Dilúvio pelos motivos abaixo.

      Natural é todo mundo andar pelado. Eu andaria se não fosse preso. Aí eu jovem assim capaz de fazer sucesso por demais na prisão, deixa para lá.

  2. Klaus disse:

    Eu acho fantástico o projeto de construir na beira do Dilúvio pois assim evitamos diversas saídas da Ipiranga e só precisamos atravessar as pontes que não são muitas além de que é agradável pedalar tendo o arroio na paisagem ainda mais agora que ele esta muito melhor do que estava.

    O que precisamos exigir é que a ciclovia seja feita com esmero, que seja um primor, feita com carinho.

    Quanto às árvores cabe aos arquitetos serem criativos a ponto de conseguirem dar um jeito criativo para solucionar os probleminhas. Nada melhor que uma obra ser feita usando a criatividade ainda mais considerando que é para o meio de transporte de um potencial futuro delicioso feito o sorvete de morango orgânico do Bonobo.

    A ciclovia deve trocar de lado cada vez para simplificar o projeto e aumentar em muito a segurança do ciclista na hora de atravessar as pontes. Põ, por que tudo tem que ser padrão, não é? Eu adoro coisas lúdicas.

    Eu sou criativo. Se os responsáveis pela obra quiserem uma opinião bonus eu me disponho a ajudar a solucionar os entraves.

    Volta e meia eu pedalo por ali no que é hoje uma ciclotrilha.

    Ciclotrilha: equivalente à uma ciclovia mas de quinto mundo.

    Os carros caírem no Dilúvio como argumento contra não é válido pois tanto carros desgovernam para cima de calçadas e dentro de lojas quanto para o Dilúvio, ou seja tanto para um lado quanto para o outro.

    Enquanto tivermos pessoas que não resolveram bem seus dilemas existenciais e por isso precisam conduzir suas máquinas em velocidades incompatíveis com as vias nós teremos carros, motos e caminhões passando por cima de pessoas e outros animais diariamente.

    Por último o grupo Záffari esta fazendo isso para puxar nosso saco. Se a gente encher o projeto de defeitos eles irão puxar o saco de quem estiver disposto a ter o saco puxado.

    Pessoal do Grupo Záffari seja como for o projeto final se ele for construído com esmero meu saco agradece a obra da ciclovia na orla do Dilúvio.

    • Olavo Ludwig disse:

      Klaus, dei uma editada na postagem, mas não acho legal ficar mudando muito depois de publicada. No mais os comentários são abertos para todos se manifestarem. E lembrando as pessoas que a opinião da postagem revela apenas a opinião do autor, que no blog da massa crítica pode ser qualquer um.

      Quanto, a ciclovia ficar trocando de lado e ser no centro, eu penso que pode ser mais seguro apenas para quem percorre toda a Ipiranga, para quem entra em outros pontos terá que atravessar toda a rua ou ainda terá que andar muito para poder sair ou entrar dela (caso seja bidirecional). dependendo do lado que se esteja do dilúvio em relação a ciclovia.

      Assim, a ciclovia não torna mais fácil o deslocamento por bicicleta, acaba dificultando, mesmo que aumente a segurança.

    • Marcelo disse:

      É estranho o Zaffari querer fazer isso, ao mesmo tempo que não conheço nenhum supermercado deles que tenha bicicletários.

      Agora que são empresas particulares que estão fazendo todas obras em POA, podemos parar de pagar impostos, né?

      • Maurício Friederichs da Silva disse:

        O Zaffari não está fazendo só por ser bonzinho, é uma contrapartida para poder ser liberado pela prefeitura para construir algum(ns) empreendimento(s) que de outra forma não seriam aprovados pelo atual plano diretor. E ciclovia foi a escolha lógica, pois é algo que dará maior visibilidade. Inclusive, quando foi acordado, o Zaffari quis fazer pequenos trechos por toda a cidade (Para espalhar mais o marketing), mas a prefeitura felizmente não cedeu, pois a Ipiranga é uma via com grande fluxo de ciclistas e carros em alta velocidade.

  3. Klaus disse:

    A ciclivia atravessar as pontes nas sinaleiras já existentes resolve o problema da bidirecionalidade dela.

    Eu tenho uma bicicleta capaz de atingir mais de 50km/h facilmente na Ipiranga e eu sei que não poderei pedalar nessa velocidade na ciclovia mas eu penso além do meu pequeno universo. Me preocupo com as outras pessoas que andam de bike e que necessitam de proteção da selvageria do nosso trânsito.

    • Olavo Ludwig disse:

      Klaus, um problema também da bidirecionalidade é chegar e sair da ciclovia se o ciclista está do lado oposto do dilúvio, ele terá que andar pela rua até uma ponte, que em certos lugares são bastante distantes uma da outra. Por isso eu digo que pode ser melhor apenas para quem se desloca de ponta a ponta da Ipiranga.

  4. Cyro disse:

    prefiro que seja na pista da direita também, e se forem derrubar árvores pra fazer essa ciclovia eu sou totalmente contra! Tem que ser na pista mesmo, não em calçadas, não importa que tome espaço pra ter mais carros… como se fossemos algum encomodo pro transito, os carros que são encomodo pra eles mesmos! e é assim na pista que vamos incentivar de verdade o uso de bicicletas como meio de transporte e diminuição de carros em POA e toda esse caos e poluição que ele gera! E que deixem as árvores intactas, que pra mim é mais importante que qualquer contrução!

  5. Klaus disse:

    Poutz realmente na questão das árvores eu fico com as calças na mão.

    Cada ser é um universo a parte e para as árvores que irão ser destruídas nada importa além da paz que elas estão experimentando agora e mais uma vez o bem estar dos humanos irá comprometer outro ser vivo.

    Ta bem, agora somente serei a favor da construção da ciclo na beira do Dilúvio se desviarem direitinho das árvores preservando a paz em que elas vivem à anos.

    Concordo que na beira da calçada tem vantagens significativas. Só uma ciclofaixa junto com a proibição de estacionar na beira da avenida já seria mais que suficiente por menos $$ e valorizando a bike. Eu que ainda não tinha pensado nessa possibilidade.

    Talvez o que mais precisamos são decentes e inúmeras campanhas de conscientização e obviamente, lombadas, muitas lombadas pois mesmo se nos tornarmos conscientes seguiremos sendo humanos.🙂

    []ç’s !!!

  6. Marly disse:

    Estranho seria se eu, como moradora de frente ao Arroio e utilitária habitual das bikes e venho acompanahado as inúmeras reuniões de discussão sobre a criação/material utilizado/projetos, etc. Inclusive cheguei a ir em reuniões que tinham meia dúzia de ciclistas (há notadadamente uma sentida ausência da maioria dos ciclistas nestas reuniões)…oque eu queria dizer é que discordei desse projeto, por vários motivos ainda não lembrados ou mencionados aqui:
    1) Em certo trecho da av. ipiranga existe um amontoado de lojas de carros e ao longo de quase toda (senão toda a avenida) os carros estacionam e abrem portas por cima de ciclistas, já vi alguns acidentes com ciclistas e eu mesma já fui vítima.

    2)Para quem utiliza como eu, sempre a orla do arroio para correr, sabe a quantidade de lixo, de todo tipo que é atirado ali, seja por reformas de obras em casas, sejam resíduos domésticos e tudo, tudo que se possa imaginar é largado ali na margem.
    É uma pena ter pessoas que não conseguem enxergar a quantidade de andarilhos e marginais que transitam por esse trecho em busca de revirar mais ainda o lixo que espalham-se por todos lados.
    3)a beira desse Arroio tem tanto rato e sujeira que a terra ali deve estar a ponto de desmoronar a qualquer momento, sem contar que passaram há uns dois anos atrás uma tubulação para gás e que eles já tenham projetos de trazer logo logo este gás para os domicílios, como eu tive em S.P./Vl Madalena, no fogão de casa!
    4) espero como cliente do Bourbon Ipiranga que no mínimo coloquem um bicicletário lá dentro do enorme do estacionamento para carros e motos apenas!

  7. Lucas Bof disse:

    Bah a tal “ciclovia” da Diário de Notícias é muito ruim, cheia de buracos, tampas de bueiros, pedestres… Tinha que fazer o Fortunati andar de bicicleta lá pra ver como é.

  8. Melissa disse:

    1 – Acho que essa ciclovia deve ser feita sim, contanto que eles respeitem as árvores que tem no canteiro e derrubem o mínimo possível. Que os arquitetos usem a criatividade para fazer uma ciclovia sem destruir a vida que existe lá.

    2 – Quando fizerem a bendita ciclovia, podemos fazer uma Bicicletada Jardinária especial pra Ipiranga. Plantar muitas árvores na parte de grama que é em “barranco”, sabem? Enfim, onde restar grama ao lado da ciclovia. Assim compensamos de alguma forma a perda de árvores que houver, e de quebra proteção contra o sol daqui a (muitos) anos.

    3 – Sou a favor de botarem proteção ao lado da pista, mas que não sejam aquelas grades feias que a Prefeitura tá botando nas calçadas, pelamordedeus.

    4 – A via ao lado da calçada deveria ser SÓ para os ônibus. Acho complicado usar essa via para fazer uma ciclofaixa por causa do transporte público.

    5 – Ninguém comentou sobre os vários postes largos que têm no meio do canteiro. O que eles vão fazer em relação a isso? Um tipo de “sacada” de concreto em cima dos taludes pra desviar?

    • Olavo Ludwig disse:

      Sobre o ítem 4:
      Não é tão complicado não, uma ciclovia pode ser à direita de uma pista exclusiva de ônibus ou ainda pode ser uma pista mais larga compartilhada entre ônibus e bicicletas (eu particularmente prefiro que tenha uma separação física).
      Nas paradas a ciclovia poderia passar por atrás.
      As esquinas sempre são perigosas, ai deveria haver uma boa sinalização e sempre o respeito à vida.

    • Marly disse:

      Verdade, ospostes são de altíssima tensão, creio eu?! acho isso outro ponto negativo para construção dessa ciclovia. E nas reuniões eles disseram que todo o material da ciclovia era carissímo também, se não me engano todo importado.

  9. Gramo disse:

    Desculpem a ignorância, mas se a ciclofaixa for na direita como será a segurança pros ciclistas não serem atropelados pelos veículos que entram nas ruas à direita ou nos acessos aos prédios, residências e comércio (como nas lojas de venda de veículos) ???

    • Gramo disse:

      ah é …. plantar árvores em todo percurso é fantástico porém sei que próximo aos taludes provocaria outros problemas como ocorre nas calçadas onde as raízes erguem as pedras … quer dizer, tudo tem q ser muito bem planejado pra durar mil anos.

    • Olavo Ludwig disse:

      Seria com sinalização e respeito à lei.

    • Melissa disse:

      Gramo, o problema é que onde tem muito uso de carros particulares, existe perigo de forma ou de outra. O que as ciclovias/ciclofaixas fazem, a meu ver, é incentivar que mais pessoas usem a bicicleta, dar mais visibilidade a esse meio de transporte e aumentar muito a segurança dos ciclistas (mas não totalmente).

      Quanto às árvores, é só não plantar muitas espécies que fiquem gigantes com os anos, mas plantar árvores que ao menos garantam uma boa sombra. Se bem que tem umas gigantes na Ipiranga que as raízes ficam por cima dos taludes, e eu acho bonito🙂

      • Gramo disse:

        Melissa, com certeza onde há natureza, há beleza.

        Será que a Ipiranga arborizada não é prioridade ?
        (brincadeira)

  10. Renan disse:

    Não há dúvidas de que, ao tirarem o espacinho que resta de grama no dilúvio para colocarem a pista para bicicletas, pedestres e desportistas vão utilizar a novíssima ciclovia para caminhar e se exercitar (fora o rastejar dos mendigos errantes).

    • Marcelo disse:

      Eu não sou contra o compartilhamento. O problema é que os carros não sabem compartilhar o espaço que eles acreditam ser “deles”.
      Sou contra a segregação.

      • Renan disse:

        Acho vital para uma boa ciclovia a separação por cucurutos da pista dos automóveis. O ruim de pedestres na ciclovia é que eles nem se preocupam em desviar da bicicleta… e no caso da Ipiranga, vai ter pouco ou nenhum espaço para tal.

  11. Zé Evandro disse:

    Mais e mais ciclovías…. gostei muito da da restinga apesar de bem estreita e faltando um pedaço tá bacana!

    BICICLETA É O TRANSPORTE DO FUTURO!
    BARRACA É A CASA DO FUTURO!!
    CARRINHO DE PAPELEIRO É O CAMINHÃO DO FUTURO!!!

  12. Leonardo disse:

    Quando fizerem a ciclovia eu serei um que abandonarei o carro para ir ao trabalho.
    Não sou contra derrubar as árvore não, depois é só plantar outras árvores em lugar mais apropriado, acho que ali no meio ficará melhor sim a ciclovia.
    Queria saber também o que farão com aqueles postes enormes.
    E outra, seria interessante colocar uma ciclovia em cada lado do dilúvio e cada ciclovia teria um só sentido, que seria o mesmo sentido do fluxo dos carros. Ficara até mais fácil para as bicicletas transitarem assim.
    Mas o que importa é que façam essa ciclovia o quanto antes. A ipiranga já tá ficando infernal com a quantidade de carros.
    Parabéns ao grupo Zaffari pelo incentivo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s