E eu paro minha bici onde?

A prefeitura de Porto Alegre não é amiga das bicicletas.

Por mais que a prefeitura de Porto Alegre goste de falar bonito, dizer pra imprensa que têm um plano cicloviário (do qual apenas ouvimos falar), a bicicleta ainda  é muito marginalizada. Apesar de ser reconhecida pelo Código de Trânsito Brasileiro como veículo legítimo, ainda é ignorada pelas assim chamadas “autoridades”.

A prova disto é que a Prefeitura não somente não possui nenhum paraciclo instalado em locais públicos (com a exceção de alguns parques) onde os condutores de bicicletas possam estacionar as magrelas. O pior não é nem isso, mas o fato de que a prefeitura não autoriza nem que pessoas comuns instalem paraciclos na frente de suas casas ou comércios.

Há dois anos fomos até a prefeitura, pedir autorização para instalar pequenos paraciclos na calçada em frente ao nosso imóvel, que é larga e têm espaço de sobra para isso. A resposta da funcionária que nos atendeu foi: “A Prefeitura não dá este tipo de autorização. O que eu aconselho é o seguinte, arquiva o processo e instala sem autorização.”

Já que bicicletas não podem e não têm a infraestrutura necessária para estacionar na via, junto com automóveis e também não existem  – e nem podemos nós, cidadãs e cidadãos instalar – paraciclos no passeio público. Fica a dúvida: “Onde diabos eu estaciono a minha bici?”

Esse post foi publicado em políticas públicas e marcado , , . Guardar link permanente.

5 respostas para E eu paro minha bici onde?

  1. Klaus disse:

    Onde tiver uma placa escrito:

    “Paraciclo”

    Ainda não tem nenhuma mas alguma coisa me diz que essas placas podem aparecer por aí, heheheh

  2. Olavo Ludwig disse:

    Essa ai eu não sabia, por isso que não se vê quase paraciclos por aqui! Um tempo atrás eu fui em Sapiranga, e fiquei impressionado, pois em tudo que era lugar tinha paraciclos, a cada dois passos se encontrava um. Todos os comércios tem um na frente, com pelo menos umas 5 vagas.

    • Marcelo disse:

      É a mesma coisa em Tapes. Os comércios mais humildes têm paraciclos para três, quatro bicicletas. Supermercados e lojas maiores, têm para vinte, trinta bicicletas.

    • Lívia Araújo disse:

      Em Taquara é a mesma coisa. Além de ter ciclovia ao longo da BR em ambos os sentidos, tem paraciclos em todas as empresas à beira da estrada. Bonito de ver.

  3. Diego Lopes disse:

    O mais legal é o Museu Iberê Camargo, cujo logo é uma bicicleta. Mas parece até ironia. Se o ciclista não quiser morrer atropelado atravessando a rua (se vier pela “ciclovia”), pode passar pelo estacionamento subterrâneo, onde deverá entrar com a bicicleta carregando-a pelas escadas, pois não há rampas. Isso só pra chegar do outro lado, em frente ao prédio.
    Para estacionar a bicicleta, há um paraciclo. Só que eles dão tanta importância ao ciclista que, da última vez que passei por ali, havia um cano enorme na frente do paraciclo, impedindo qualquer acesso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s